jusbrasil.com.br
2 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TJ-DF - APR : APR 59972420028070001 DF 0005997-24.2002.807.0001

    Processo
    APR 59972420028070001 DF 0005997-24.2002.807.0001
    Orgão Julgador
    2ª Turma Criminal
    Publicação
    17/11/2009, DJ-e Pág. 81
    Julgamento
    8 de Outubro de 2009
    Relator
    SOUZA E ÁVILA
    Andamento do Processo

    Ementa

    APELAÇÃO CRIMINAL. ARTIGO 12 DA LEI N.º 6.368/1976. INDÍCIOS. INSUFICIÊNCIA DE PROVA. PROVA. ABSOLVIÇÃO EM RELAÇÃO AO TRÁFICO. PROVA DA PRÁTICA DO USO DE ENTORPECENTE (ARTIGO 16 DA LEI N.º 6.368/1976 E 28 DA LEI N.º 11.343/2006). CRIMES DE MENOR POTENCIAL OFENSIVO. COMPETÊNCIA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS. NÃO HAVENDO PROVAS CABAIS DO TRÁFICO DE SUBSTÂNCIA ENTORPECENTE, A ABSOLVIÇÃO É MEDIDA QUE SE IMPÕE, EM RESPEITO AOS PRINCÍPIOS DA PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA E IN DÚBIO PRO RÉU. POR OUTRO LADO, HAVENDO PROVAS DE QUE O AGENTE É USUÁRIO DE SUBSTÂNCIA ENTORPECENTE, A PERSECUÇÃO PENAL DEVE PROSSEGUIR COM RELAÇÃO A ESTA CONDUTA, PERANTE O JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL, COMPETENTE RETIONE MATERIAE. APELAÇÃO CONHECIDA E PARCIALMENTE PROVIDA PARA DETERMINAR A REMESSA DOS AUTOS PARA O JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5765559/apr-apr-59972420028070001-df-0005997-2420028070001

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)