jusbrasil.com.br
17 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: XXXXX-25.2020.8.07.0000 DF XXXXX-25.2020.8.07.0000

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

3ª Turma Criminal

Publicação

Julgamento

Relator

DEMETRIUS GOMES CAVALCANTI

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-DF__07476832520208070000_af099.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

HABEAS CORPUS. HOMICÍDIO QUALIFICADO TENTADO. PRISÃO EM FLAGRANTE CONVOLADA EM PREVENTIVA PARA A GARANTIA DA ORDEM PÚBLICA. INDEFERIMENTO DO PEDIDO DE REVOGAÇÃO. CIRCUNSTÂNCIAS DO CRIME QUE NECESSITAM DE MAIOR APROFUNDAMENTO ELUCIDATIVO. PACIENTE QUE NÃO POSSUI ANOTAÇÕES CRIMINAIS. CONDIÇÕES PESSOAIS FAVORÁVEIS. POSSIBILIDADE DE REVOGAÇÃO DA PRISÃO PREVENTIVA. CRIME GRAVE. NECESSIDADE DE APLICAÇÃO DE TORNOZELEIRA ELETRÔNICA E MEDIDAS CAUTELARES DIVERSAS. ORDEM PARCIALMENTE CONCEDIDA.

1. Cabível a prisão preventiva, pois se trata de crime cuja pena máxima é superior a 4 (quatro) anos (artigo 313, inciso I, do Código de Processo Penal).
2. Presentes os pressupostos da prisão, porquanto evidenciados à saciedade os indícios da autoria e a certeza da materialidade do crime imputado ao paciente, sendo certo que, nesta fase, a autoria prescinde de certeza absoluta.
3. Mostra-se viável a substituição a prisão preventiva do paciente, acusado da suposta prática do crime de homicídio qualificado, na forma tentada, uma vez que ele possui residência fixa, profissão definida, não tem antecedentes criminais e porquanto as circunstâncias do crime necessitam de maior aprofundamento elucidativo.
4. O art. 319 do Código de Processo Penal prevê como medida cautelar a aplicação de monitoração eletrônica, a qual se mostra imperiosa no presente caso, por se tratar de crime de homicídio tentado, cuja gravidade afeta a ordem pública, a qual, em conjugação com outras medidas cautelares, mostram-se suficientes para manter a vigilância dos passos do paciente.

Acórdão

CONHECIDO. ORDEM PARCIALMENTE CONCEDIDA, COM EXPEDIÇÃO DE ALVARÁ DE SOLTURA. MAIORIA, VENCIDA A VOGAL.
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1135130257/7476832520208070000-df-0747683-2520208070000

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - HABEAS CORPUS CRIMINAL: HC XXXXX-95.2019.8.11.0000 MT

O Sistema Prisional Brasileiro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Habeas Corpus Criminal: HC XXXXX90562173000 MG

Edvan Das Neves , Advogado
Modeloshá 6 meses

Modelo de ação de empréstimo consignado indevido

Felipe Oliverio, Advogado
Modeloshá 6 meses

Revogação e/ou substituição de Prisão Preventiva