jusbrasil.com.br
16 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: XXXXX-56.2020.8.07.0009 DF XXXXX-56.2020.8.07.0009

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Primeira Turma Recursal

Publicação

Julgamento

Relator

SONÍRIA ROCHA CAMPOS D'ASSUNÇÃO

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-DF__07028915620208070009_a58c0.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

JUIZADO ESPECIAL. CONSUMIDOR. COMPRA E VENDA DE VEÍCULO. ENTREGA DUT. OBRIGAÇÃO DE FAZER. DEMORA INJUSTIFICADA NA ENTREGA DO DOCUMENTO DE TRANSFERÊNCIA (DUT). OBRIGAÇÃO DE FAZER. DANO MORAL. MANUTENÇÃO DO QUANTUM.

1. Cuida-se de Recurso Inominado interposto contra sentença que extinguiu o processo, sem resolução de mérito, em relação ao réu Gildezio Alves de Souza (ilegitimidade passiva), e procedentes em parte os pedidos em face da ré Loop Veículos, condenando-a ao pagamento de R$ 2.500,00, a título de dano moral, decorrentes do inadimplemento de suas obrigações contratuais.
2. O contrato de compra e venda de veículo (ID XXXXX - Cédula de Crédito Bancário), celebrado entre a autora/recorrente e a ré/recorrida Loop Veículos, não teve a participação do réu Gildezio Alves de Souza, o que afasta a sua responsabilidade, quanto às obrigações decorrentes do referido negócio jurídico. Preliminar de legitimidade passiva rejeitada.
3. Sobressai dos documentos colacionados aos autos a compra do veículo pela autora/recorrente. Assim, uma vez que a entrega do DUT para a efetivação da transferência pela compradora é consectário lógico do pedido de transferência do veículo, é mister a reforma da sentença para condenar a recorrida à obrigação de fazer (entrega DUT).
4. O descumprimento contratual, por si só, não é apto a gerar dano moral. Contudo, a demora na entrega de documentação pertinente ao negócio jurídico firmado, por mais de 2 anos, sem qualquer justificativa idônea, gera frustração de sua legítima expectativa, e transtornos diversos, que superam o mero dissabor advindo do inadimplemento contratual.
5. O valor fixado, a título de dano moral, deve observar os princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, o dano e a sua extensão, a situação do ofendido e a capacidade econômica do ofensor, sem que se descure da vedação ao enriquecimento sem causa. Assim, adequado o valor fixado de R$ 2.500,00.
6. PRELIMINAR REJEITADA, RECURSO CONHECIDO e PROVIDO EM PARTE. Sentença reformada, tão somente para condenar a ré, Loop Veículos, à obrigação fazer, consistente na entrega do DUT à autora, no prazo de 15 (quinze) dias, contados da intimação, sob pena de multa diária, no valor de R$ 100,00, até o limite de R$ 2.000,00. Sem custas processuais e honorários advocatícios, a teor do art. 55 da Lei 9.099/95.
7. A ementa servirá de acórdão, conforme art. 46 da Lei n. 9.099/95.

Acórdão

CONHECIDO. PROVIDO EM PARTE. UNÂNIME.
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1205150654/7028915620208070009-df-0702891-5620208070009

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de São Paulo
Peças Processuaishá 5 meses

Petição Inicial - TJSP - Ação de Cumprimento de Obrigação de Fazer C.C. Indenização por Dano Moral - Procedimento Comum Cível

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível: AC XXXXX-24.2014.8.26.0005 SP XXXXX-24.2014.8.26.0005

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL XXXXX-72.2015.8.19.0066

Tribunal de Justiça de São Paulo
Peças Processuaishá 6 meses

Petição Inicial - Ação Defeito, nulidade ou anulação contra Masserati Veículos

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Recurso Inominado Cível: RI XXXXX-50.2016.8.26.0296 SP XXXXX-50.2016.8.26.0296