jusbrasil.com.br
24 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF : 0733237-17.2020.8.07.0000 DF 0733237-17.2020.8.07.0000

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
1ª Turma Cível
Publicação
Publicado no DJE : 08/06/2021 . Pág.: Sem Página Cadastrada.
Julgamento
26 de Maio de 2021
Relator
DIVA LUCY DE FARIA PEREIRA
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-DF__07332371720208070000_20e02.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL. PENHORA ON-LINE DE ATIVOS FINANCEIROS. BANCEJUD (SISBAJUD). IMPUGNAÇÃO À PENHORA. PEDIDO DE DESCONSTITUIÇÃO DA CONSTRIÇÃO. QUANTIA PERTENCENTE A TERCEIRO. NÃO COMPROVAÇÃO. VERBA REMUNERATÓRIA. NÃO DEMONSTRAÇÃO. RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO.

1. Hipótese em que a agravante/executada deixou de apresentar elementos mínimos hábeis a evidenciar a natureza remuneratória dos valores bloqueados em sua conta bancária.
2. Ademais, alegando que as quantias penhoradas pertencem a terceiros e/ou a seu marido, evidente carecer a agravante de legitimidade para atuar, em nome próprio, na defesa de interesse alheio, uma vez que não se pode caracterizar como bem comum da agravante e de seu esposo a remuneração por ele recebida à conta de serviços que prestou. Efetivamente, o numerário fruto do trabalho exclusivo dele não integra o patrimônio comum, motivo pelo qual não tem ela, nos termos do art. 1.642 do CC, legitimidade para agir em defesa de patrimônio que não lhe pertence.

Acórdão

CONHECER DO RECURSO E NEGAR-LHE PROVIMENTO. DECISÃO UNÂNIME.
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1228011599/7332371720208070000-df-0733237-1720208070000

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 4 meses

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento-Cv : AI 1219423-73.2021.8.13.0000 Belo Horizonte

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação : APL 0117432-28.2009.8.26.0001 SP 0117432-28.2009.8.26.0001

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 5 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL : AREsp 1472340 SC 2019/0090999-3