jusbrasil.com.br
11 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: XXXXX-41.2020.8.07.0021 DF XXXXX-41.2020.8.07.0021

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Terceira Turma Recursal

Publicação

Julgamento

Relator

CARLOS ALBERTO MARTINS FILHO

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-DF__07021334120208070021_fcb62.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. OMISSÃO, CONTRADIÇÃO OU OBSCURIDADE. INEXISTÊNCIA. EFEITOS MODIFICATIVOS. NÃO CABIMENTO. PREQUESTIONAMENTO. EMBARGOS CONHECIDOS E REJEITADOS.

1. Conforme preceitua o art. 48 da Lei nº 9.099/95, alterado pela Lei nº 13.105/15, os embargos de declaração são cabíveis para esclarecer obscuridade, eliminar contradição, suprir omissão ou corrigir erro material.
2. Na espécie, as partes embargantes se insurgem contra o acórdão que deixou de conhecer do recurso inominado por elas interposto, em virtude da deserção. Aduzem que a decisão foi omissa, uma vez que não teria considerado ter havido o recolhimento de preparo, conforme comprovante ID XXXXX. Afirmam que houve ofensa ao art. , XX, CF, bem como ao Tema 492 do STF. Assim, requerem o acolhimento dos presentes embargos, a fim de que a omissão seja sanada e a prestação jurisdicional seja aperfeiçoada. Pugnam, ainda, pelo prequestionamento de toda a matéria aventada no recurso, nos termos do art. 93, IX, CF c/c com arts. 489, § 1º; 1.022, I e III; e 1.025, todos do CPC.
3. Não lhes assiste razão.
4. Não se observa qualquer omissão no acórdão no que tange ao recolhimento do preparo recursal. Com efeito, o acórdão embargado expressamente tratou do tema, conforme se observa em seu item 1, ora transcrito: ?1. Na espécie, as partes recorrentes, não beneficiárias da gratuidade de justiça, embora tenham efetuado o pagamento do preparo recursal (ID XXXXX), deixaram de comprovar o recolhimento das custas processuais no prazo assinado por lei.? (grifou-se).
5. A deserção foi reconhecida em razão do não recolhimento das custas processuais, as quais, dispensadas no primeiro grau, compõem o preparo recursal e devem ser pagas pela parte recorrente, não beneficiária da justiça gratuita, conforme se depreende do art. 54, parágrafo único, da Lei nº 9.099/95 e dos arts. 71, I, e 74, § 3º do RITRJE/DF.
6. Os efeitos modificativos, em sede de embargos de declaração, são concedidos de forma excepcional e apenas nos casos em que a correção do vício contido no julgado acarrete a alteração do resultado da decisão. Todavia, é condição necessária para tanto a existência de qualquer dos vícios justificadores da oposição dos embargos, o que não se verifica no caso em comento.
7. Todos os pontos necessários à resolução da controvérsia foram devidamente analisados no acórdão questionado, inexistindo a alegada omissão.
8. Além disso, "nos juizados especiais, não são cabíveis embargos declaratórios contra acórdão ou súmula na hipótese do art. 46 da Lei nº 9.099/1995, com finalidade exclusiva de prequestionamento, para fins de interposição de recurso extraordinário" (Enunciado 125, Fonaje).

Acórdão

EMBARGOS CONHECIDOS. REJEITADOS. UNÂNIME.
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1318344314/7021334120208070021-df-0702133-4120208070021

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 4 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL: EDcl no AgRg no REsp XXXXX RJ 2010/XXXXX-4

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: XXXXX-21.2015.8.07.0007 DF XXXXX-21.2015.8.07.0007