jusbrasil.com.br
8 de Dezembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF - Agravo de Instrumento : AGI 0024108-39.2014.8.07.0000 DF 0024108-39.2014.8.07.0000

Detalhes da Jurisprudência
Processo
AGI 0024108-39.2014.8.07.0000 DF 0024108-39.2014.8.07.0000
Órgão Julgador
6ª Turma Cível
Publicação
Publicado no DJE : 25/11/2014 . Pág.: 316
Julgamento
19 de Novembro de 2014
Relator
JAIR SOARES
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-DF_AGI_20140020239337_04ed0.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

Reintegração de posse. Esbulho. Posse precária. Liminar.

1 – Para ser reintegrado, liminarmente, deve o autor comprovar, de plano, que sofreu esbulho.
2 – Tratando-se de ocupação precária, decorrente de contrato que está sendo discutido judicialmente, e tendo a posse sido tomada por quem de fato é a proprietária do imóvel, não se defere liminar de reintegração de posse.
3 - Agravo não provido.

Acórdão

CONHECIDO. DESPROVIDO. UNÂNIME.
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/153334803/agravo-de-instrumento-agi-20140020239337-df-0024108-3920148070000

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF - Agravo de Instrumento : AGI 0024108-39.2014.8.07.0000 DF 0024108-39.2014.8.07.0000

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 19 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG : 200000037211370001 MG 2.0000.00.372113-7/000(1)

Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo TJ-ES - Apelação : APL 0001887-35.2010.8.08.0013