jusbrasil.com.br
25 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: 0000209-41.2016.8.07.0000 - Segredo de Justiça 0000209-41.2016.8.07.0000

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

3ª TURMA CÍVEL

Publicação

Publicado no DJE : 20/07/2016 . Pág.: 232/262

Julgamento

6 de Julho de 2016

Relator

FÁTIMA RAFAEL
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PROCESSO CIVIL. AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE ALIMENTOS C/C REGULAMENTAÇÃO DE CONVIVÊNCIA. MELHOR INTERESSE DO FILHO MENOR. ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA. AUSÊNCIA DOS REQUISITOS ENUMERADOS NO ART. 273 DO CPC DE 1973, COM CORRESPONDÊNCIA NO ARTIGO 300 DO CPC DE 2015. DECISÃO MANTIDA.

1. O instituto da tutela de urgência, de natureza antecipada, estabelecida no art. 300 do novo Código de Processo Civil, deve estar baseada na plausibilidade do direito substancial invocado pela parte recorrente, desde que haja elementos que evidenciem a probabilidade do direito e o perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo.
2. Aregulamentação das visitas deve atender aos interesses do filho menor, garantindo-lhe a convivência com ambos os genitores, assim como o bem-estar físico e emocional.
3. Havendo relato de agressões ao filho e à mãe, que se encontra amparada por medidas protetivas da Lei Maria da Penha, é prudente que se mantenha a situação fática, até a realização do estudo psicossocial do caso.
4. Agravo de Instrumento conhecido, mas não provido. Unânime.

Acórdão

CONHECER E NEGAR PROVIMENTO, UNÂNIME
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/363815740/20160020001368-segredo-de-justica-0000209-4120168070000

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 8 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Agravo de Instrumento: AI 70060626744 RS