jusbrasil.com.br
26 de Outubro de 2020
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF : 0014728-84.2017.8.07.0000 DF 0014728-84.2017.8.07.0000

Detalhes da Jurisprudência
Processo
0014728-84.2017.8.07.0000 DF 0014728-84.2017.8.07.0000
Órgão Julgador
2ª TURMA CRIMINAL
Publicação
Publicado no DJE : 07/08/2017 . Pág.: 156/168
Julgamento
3 de Agosto de 2017
Relator
JAIR SOARES
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-DF__20170020138217_0d8f6.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

Prisão preventiva. Associação para tráfico de drogas interestadual. Favorecimento pessoal. Posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

1 - A prisão preventiva, medida excepcional, somente será decretada se não for cabível a substituição por outra medida cautelar (CPP, art. 282, § 6º).
2 - Presente, ao menos, um dos requisitos para a decretação da prisão preventiva (art. 312 do CPP) e mostrando-se inadequadas ou insuficientes as medidas cautelares diversas da prisão (CPP, art. 310, inciso II), cabível a prisão preventiva.
3 - A grande quantidade de substância entorpecente encontrada com o paciente demonstra a gravidade concreta do crime. E a ele são imputados outros crimes graves - associação para tráfico de drogas interestadual, favorecimento pessoal e posse irregular de arma de fogo de uso permitido -, o que autoriza manter a constrição cautelar como garantia da ordem pública, sobretudo porque confessou a autoria no crime de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.
4 - Ordem denegada.

Acórdão

DENEGAR A ORDEM. UNÂNIME
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/501442153/20170020138217-df-0014728-8420178070000