jusbrasil.com.br
23 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: 0005995-42.2016.8.07.0008 DF 0005995-42.2016.8.07.0008

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
3ª TURMA CRIMINAL
Publicação
Publicado no DJE : 20/09/2018 . Pág.: 142/153
Julgamento
13 de Setembro de 2018
Relator
JOÃO BATISTA TEIXEIRA
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-DF__20160810061698_f6727.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PENAL. ROUBO CIRCUNSTANCIADO PELO CONCURSO DE PESSOAS.DESCLASSIFICAÇÃO PARA O CRIME DE FURTO. GRAVE AMEAÇA EVIDENCIADA. IMPOSSIBILIDADE. EXCLUSÃO DA MAJORANTE DO CONCURSO DE PESSOAS. INVIABILIDADE.

1. Mantém-se a condenação pelo crime de roubo circunstanciado pelo concurso de pessoas se o apelante e seu comparsa foram presos em flagrante, logo após os fatos, na posse do objeto subtraído, bem como a lesada o reconheceu no momento da prisão, o que está em conformidade com os demais elementos probatórios, sendo inviável a desclassificação para o crime de furto, uma vez que a grave ameaça restou demonstrada nos autos.
2. Se o acervo probatório demonstra que o apelante praticou o delito com o auxílio de um comparsa, inviável a exclusão da majorante do concurso de pessoas.

Acórdão

CONHECER e NEGAR PROVIMENTO ao recurso. Unanime.
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/628876344/20160810061698-df-0005995-4220168070008

Informações relacionadas

Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Maranhão TJ-MA - Apelação Criminal: APR 0000412-66.2016.8.10.0049 MA 0098052017

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia TJ-BA - Apelação: APL 0534265-60.2017.8.05.0001

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: 0700348-61.2021.8.07.0004 DF 0700348-61.2021.8.07.0004