jusbrasil.com.br
24 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF - RECURSO DE AGRAVO : RECAGRAV 0022457-52.2003.807.0001 DF 0022457-52.2003.807.0001

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
1ª Turma Criminal
Publicação
02/06/2004, DJU Pág. 76 Seção: 3
Julgamento
15 de Abril de 2004
Relator
EDSON ALFREDO SMANIOTTO
Documentos anexos
Inteiro TeorRECAGRAV_224575220038070001_DF_1266863000911.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

RECURSO DE AGRAVO - DECISÃO DO JUÍZO DAS EXECUÇÕES CRIMINAIS QUE DEFERE PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO PARA ESTUDO EM CURSO DE NÍVEL SUPERIOR - SENTENCIADO EM REGIME INTEGRALMENTE FECHADO - IMPOSSIBILIDADE LEGAL.

1. SOMENTE OS CONDENADOS QUE CUMPREM PENA EM REGIME SEMI-ABERTO PODERÃO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA SAÍDA TEMPORÁRIA DO ESTABELECIMENTO, SEM VIGILÂNCIA DIRETA, PARA FREQÜÊNCIA A CURSO DE NÍVEL SUPERIOR (CP, 35 E LEP, 122, II).
2. O BENEFÍCIO DO TRABALHO EXTERNO E A AUTORIZAÇÃO PARA FREQÜÊNCIA EM CURSO DE ENSINO SUPERIOR, EM QUE PESE A SEMELHANÇA DOS REQUISITOS AUTORIZADORES, NÃO SE CONFUNDEM. O DEFERIMENTO DO TRABALHO EXTRAMUROS - NÃO VEDADO POR LEI A QUEM CUMPRE PENA EM REGIME FECHADO -, NÃO INDUZ AO RECONHECIMENTO DO DIREITO À SAÍDA TEMPORÁRIA PARA ESTUDO EM CURSO SUPERIOR A SENTENCIADO QUE CUMPRA PENA EM REGIME INTEGRALMENTE FECHADO, SENDO ESTE DIREITO LEGALMENTE ADMITIDO SOMENTE A CONDENADOS SUBMETIDOS AO REGIME SEMI-ABERTO.

Acórdão

PROVER O RECURSO, À UNANIMIDADE.

Resumo Estruturado

CASSAÇÃO, AUTORIZAÇÃO, SAIDA TEMPORÁRIA, SENTENCIADO, FREQUÊNCIA, CURSO SUPERIOR, REGIME FECHADO.

Referências Legislativas

Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/7343535/recurso-de-agravo-recagrav-224575220038070001-df-0022457-5220038070001

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF - RECURSO DE AGRAVO : RECAGRAV 0022457-52.2003.807.0001 DF 0022457-52.2003.807.0001

Supremo Tribunal Federal STF - HABEAS CORPUS : HC 75404 DF

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 18 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS : HC 0025612-12.2004.3.00.0000 DF 2004/0025612-0