jusbrasil.com.br
28 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: 0720177-11.2019.8.07.0000 DF 0720177-11.2019.8.07.0000

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
2ª Câmara Cível
Publicação
Publicado no PJe : 17/02/2020 . Pág.: Sem Página Cadastrada.
Julgamento
3 de Fevereiro de 2020
Relator
MARIO-ZAM BELMIRO
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-DF__07201771120198070000_5db17.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PROCESSUAL CIVIL. CONFLITO NEGATIVO DE COMPETÊNCIA. VARA DE REGISTROS PÚBLICOS. VARA CÍVEL. REGISTRO DE IMÓVEL. DUPLICIDADE. PROPRIEDADE. DEFINIÇÃO PRÉVIA.

1. A Vara de Registros Públicos só tem competência para processar e julgar questões contenciosas e administrativas que se refiram diretamente a atos de registros públicos e notariais em si mesmos (art. 31, inc. III, da Lei de Organização Judiciária do Distrito Federal).
2. Qualquer questão externa ao ato registrário em si deve ser previamente dirimida em ação própria.
3. A definição da propriedade de imóvel está afeta à competência residual das Varas Cíveis, sendo o registro público na matrícula do imóvel consequência da jurisdição prestada na respectiva ação.
4. Conflito julgado procedente. Declarado competente o Juízo suscitado, qual seja, da Terceira Vara Cível de Águas Claras.

Acórdão

Foi declarado competente o Juízo suscitado, da 3ª Vara Cível de Águas Claras, unânime
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/811878816/7201771120198070000-df-0720177-1120198070000

Informações relacionadas

Artigoshá 7 anos

O reconhecimento de paternidade na legislação brasileira vigente

Luciana Sidou, Advogado
Artigoshá 7 anos

A posse à luz da doutrina

Realdo Correia, Advogado
Artigoshá 6 anos

Posse e Propriedade

Tribunal de Justiça do Amazonas
Jurisprudênciahá 9 meses

Tribunal de Justiça do Amazonas TJ-AM - Apelação Cível: AC 0610933-36.2016.8.04.0001 AM 0610933-36.2016.8.04.0001

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 2624147-10.2014.8.13.0024 Belo Horizonte