jusbrasil.com.br
20 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF : 0002105-54.2009.8.07.0004 DF 0002105-54.2009.8.07.0004

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
3ª Turma Cível
Publicação
Publicado no DJE : 23/03/2010 . Pág.: 124
Julgamento
15 de Março de 2010
Relator
JOÃO MARIOSI
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-DF__20090410021058_25a50.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

DIREITO DO CONSUMIDOR. INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. EMPRÉSTIMO REALIZADO POR TERCEIRO MEDIANTE FRAUDE. DESCONTO EM PROVENTOS DE APOSENTADORIA DO INSS. DANO MATERIAL E MORAL. CONFIGURAÇÃO. ARBITRAMENTO DO VALOR DA INDENIZAÇÃO.

1. A instituição de crédito responde objetivamente pelo ressarcimento dos valores indevidamente abatidos dos proventos de aposentadoria do consumidor, em decorrência de empréstimo fraudulento (CDC: art. 14). 2. O valor da indenização por danos morais deve corresponder a uma quantia razoável, proporcional à relevância do evento danoso e às condições econômicas das partes envolvidas. 3. Apelação e recurso adesivo não providos.

Acórdão

CONHECER. NEGAR PROVIMENTO A AMBOS OS RECURSOS. UNÂNIME.
Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/906415049/20090410021058-df-0002105-5420098070004

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF : 0002105-54.2009.8.07.0004 DF 0002105-54.2009.8.07.0004

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação : APL 1000744-77.2014.8.26.0554 SP 1000744-77.2014.8.26.0554

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF - Apelação Cí­vel : APL 0002105-54.2009.807.0004 DF 0002105-54.2009.807.0004