jusbrasil.com.br
27 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
TERCEIRA TURMA RECURSAL
Publicação
Publicado no DJE : 25/04/2016 . Pág.: Sem Página Cadastrada.
Julgamento
5 de Abril de 2016
Relator
ASIEL HENRIQUE DE SOUSA
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-DF__07193595020158070016_bf1d5.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Inteiro Teor

Poder Judiciário da União

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS

TERRITÓRIOS

Órgão TERCEIRA TURMA RECURSAL DOS JUIZADOS ESPECIAIS DO

DISTRITO FEDERAL

Processo N. RECURSO INOMINADO 0719359-50.2015.8.07.0016

RECORRENTE (S) RECORRENTE: PATRICIA OLIVEIRA DE MACEDO

RECORRIDO (S) RECORRIDO: JOAO BATISTA CARDOSO, DEFENSORIA PÚBLICA DO DISTRITO FEDERAL

Relator Juiz ASIEL HENRIQUE DE SOUSA

Acórdão Nº 932330

EMENTA

CIVIL - REPARAÇÃO DE DANOS - COLISÃO NA TRASEIRA. PRESUNÇÃO DE CULPA NÃO ELIDIDA POR PROVA SUFICIENTE. INDENIZAÇÃO – VALOR DO MENOR DOS

ORÇAMENTOS APRESENTADOS. RECURSO CONHECIDO E IMPROVIDO.

1. Confirma-se a sentença que, fazendo adequado juízo das provas dos autos, e aplicando a presunção de culpa do condutor do veículo que colide na traseira, inculpou a requerida e a condenou a indenizar ao autor o valor das avarias experimentadas no seu veículo.

2. Merece confirmação a sentença que calculou o valor da indenização pelo valor do menor dos três

orçamentos apresentados pelo autor (ID 336273).

3. RECURSO CONHECIDO E IMPROVIDO.

4. Recurso conhecido e improvido. Sentença mantida por seus próprios e jurídicos fundamentos, com súmula de julgamento servindo de acórdão, na forma do artigo 46 da Lei nº 9.099/95.

5. Diante da sucumbência, nos termos do artigo 55 da Lei dos Juizados Especiais (Lei nº 9.099/95),

condeno o recorrente ao pagamento das custas processuais e honorários advocatícios, estes fixados em 15% (quinze por cento) do valor da causa.

ACÓRDÃO

CONHECIDO. IMPROVIDO. UNÂNIME., de acordo com a ata do julgamento e notas taquigráficas. Brasília (DF), 05 de Abril de 2016

Juiz ASIEL HENRIQUE DE SOUSA

Relator

RELATÓRIO

Dispensado o relatório, nos termos do art. 46 da Lei nº 9099/95.

VOTOS

O Senhor JuizASIEL HENRIQUE DE SOUSA - Relator

Sentença mantida por seus próprios e jurídicos fundamentos, com súmula de julgamento servindo de acórdão, na forma do artigo 46 da Lei nº 9.099/95.

DECISÃO

CONHECIDO. IMPROVIDO. UNÂNIME.

Disponível em: https://tj-df.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/913923157/7193595020158070016-df-0719359-5020158070016/inteiro-teor-913923261

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: 0732211-38.2017.8.07.0016 DF 0732211-38.2017.8.07.0016

Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Amapá TJ-AP - RECURSO INOMINADO: RI 0004233-86.2017.8.03.0001 AP

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Recurso Inominado: RI 0002287-18.2019.8.16.0108 Mandaguaçu 0002287-18.2019.8.16.0108 (Acórdão)

Tribunal Regional Federal da 2ª Região
Jurisprudênciahá 21 anos

Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 - APELAÇÃO CIVEL: AC 238053 2000.02.01.034827-6

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação: APL 0008792-38.2013.8.11.0055 MT

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível: AC 1002864-59.2014.8.26.0533 SP 1002864-59.2014.8.26.0533